Lucro imobiliário – O que é? e quais as formas de isenção.

Este vídeo fala sobre lucro imobiliário, o que é e quais as principais formas de isenção.
Muita gente que você conhece deixa de fazer bons negócios por medo de ter que pagar lucro imobiliário.
E muita gente que você conhece, vende imóvel na inocência e nem sabe que sobre o lucro vai incidir um tributo de 15% sobre o real ganho de capital.
Este vídeo traz dicas valiosas que vai ajudar você ou um amigo seu a economizar uma boa grana.
1. QUAL A TAXA – O imposto vai incidir sobre o real ganho de capital que você obteve na negociação (no importe de 15%).
2. QUAL O PRAZO DE PAGAMENTO – você tem até o ultimo dia útil do mês subsequente para fazer o pagamento.
3. FORMA DE AUMENTAR O VALOR DO IMÓVEL – somar as despesas de parcelas do financiamento, despesas de escrituras e despesas com reformas.
– o valor do imóvel não poderá ser corrigido.
4. FORMAS DE ISENÇÃO:
a. COMPRA DE OUTRO IMÓVEL RESIDENCIAL EM 180 DIAS – neste caso o valor total da venda deverá ser aplicado na nova negociação imobiliária. Caso seja aplicado apenas um percentual, o calculo do imposto será também proporcional. Esta isenção só poderá ser utilizada a cada 5 anos.
b. VENDA DE UM ÚNICO IMÓVEL – esse é o que mais comete erros. A grande maioria das pessoas que estão vendo este vídeo agora, só tem um imóvel, e provavelmente o valor de venda deste imóvel é inferior a R$ 440.000,00 – esta modalidade também só poderá ser utilizada uma vez a cada 5 anos.
c. DATA DA AQUISIÇÃO – se o imóvel foi adquirido antes de 1969 ele fica 100% isento da negociação.
d. PERMUTA DE IMÓVEL.
e. VENDA DE BENS DE PEQUENO VALOR – Imóveis com o valor de R$ 35.000,00 são considerados bens de pequeno valor, e a venda de um imóvel desse por mês é isento.
Muito recomendável em qualquer caso que quando você fazer uma negociação de imóvel, que você visite o seu contador, faça uma CONSULTA, e peça uma análise do seu caso. O valor da consulta com certeza será irrisório comparado ao risco de você poder cometer infração que além do tributo ainda ficar sujeito a multa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *